Sistema de Arquivamento e Indexação de Documentos English | entrar | registrar | sobre  
Índice
Página principal
Documentos
Novidades

Ações
Consultar
Pesquisar
Exibir estatísticas

Pesquisar por:
Pesquisa avançada
Fale Conosco
Clique Aqui


Links Interessantes
Clique aqui

Consultar: 2019

Início > Graduação > Psicologia > 2019

Título: Libertação E Clínica: Desvelando Sentidos A Partir Das Compreensões De Teraeutas Fenomenológicos Existenciais
Autor(es): Yara Maria Badran Coimbra
Palavras-chave:

Liberdade, Psicoterapia, Psicologia Existência
Descrição:
Para a fenomenologia existencial, a liberdade humana é ontológica e jamais pode ser negada. Porém, a discussão deste movimento filosófico no âmbito da prática clínica e da psicopatologia
mostram que a condição de liberdade pode estar restrita por evento de um adoecimento
(especialmente psíquico). Deste modo, o sentido da prática clínica seria mais a restituição da
liberdade do paciente que a remissão sintomática. Porém, são parcas as discussões de como esse
processo de libertação de fato acontece. Em vista disso, este trabalho está voltado para a prática
clínica que se embasa na noção de existência discutida pela fenomenologia existencial, com o
intuito de entender o sentido da libertação pela visão do psicólogo clínico fenomenológico
existencial. Se trata de uma pesquisa qualitativa empírica baseada na fenomenologia, com 2
participantes, sendo eles formados e atuantes na psicológica existencial e na área clínica.
Código: 5078
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de publicação: jan, 2021
Local de publicação: Araras, SP
Orientador: Vitor Barnabé Milanesi
Instituição: FHO – Fundação Hermínio Ometto
Trabalho de conclusão de curso (graduação)

Dono: admin
Categoria: Genérico
Formato: Documento PDF
Arquivo: TCC_4447_-_Yara_Maria_Badran_Coimbra_(RA_73138).pdf
Tamanho: 692 Kb (708313 bytes)
Criado: 11-10-2005 14:51
Atualizado: 29-01-2021 09:42
Visitas: 400
Downloads: 2

[Visualizar/Download]

Todo material disponível neste sistema é de propriedade e responsabilidade de seus autores.