Sistema de Arquivamento e Indexação de Documentos English | entrar | registrar | sobre  
Índice
Página principal
Documentos
Novidades

Ações
Consultar
Pesquisar
Exibir estatísticas

Pesquisar por:
Pesquisa avançada
Fale Conosco
Clique Aqui


Links Interessantes
Clique aqui

Consultar: 2019

Início > Graduação > Ciências Econômicas > 2019

Título: A Intensificação Do Comércio Sino-Brasileiro Como Vetor Da Perda De Complexidade Das Exportações Brasileiras
Autor(es): Alex de Sousa Fagundes
Palavras-chave:

Brasil e China, Complexidade econômica, Exportações, Desindustrialização, Commodities, Especialização produtiva
Descrição:
Este artigo fez uso de dados de comércio internacional entre o Brasil e a China e da teoria de complexidade econômica para compreender e explicar a desindustrialização e especialização brasileira na produção e exportação de commodities como resultado da relação bilateral entre os dois países. Através da análise dos product spaces e de dados históricos dos anos de 1989 a 2017, percebeu-se que o Brasil e a China passaram por dois processos distintos: o Brasil, com a evolução da relação bilateral e em conjunto com o boom das commodities, passou a perder níveis de complexidade econômica enquanto que a China pôde desenvolver sua malha produtiva e, deste modo, desenvolver mais complexidade econômica. Para confirmar a hipótese de que a China contribui para a perda de complexidade econômica brasileira, foram feitos dois modelos de regressão, ambos para explicar os níveis de complexidade econômica brasileira.
Código: 4493
Informações adicionais:
Idioma: português
Data de publicação: dez, 2020
Local de publicação: Araras, SP
Orientador: Sidnei de Caria Junior
Instituição: FHO – Fundação Hermínio Ometto
Trabalho de conclusão de curso (graduação)

Dono: admin
Categoria: Genérico
Formato: Documento PDF
Arquivo: TCC_3599_-_Alex_de_Sousa_Fagundes_(RA_87615).pdf
Tamanho: 500 Kb (511988 bytes)
Criado: 11-10-2005 14:51
Atualizado: 21-12-2020 09:37
Visitas: 402

[Visualizar/Download]

Todo material disponível neste sistema é de propriedade e responsabilidade de seus autores.